11 de jan de 2010



Tudo se desfez feito espuma em águas 
Por Bob Bernardo

Domo 1

O gosto de morte batiza os céus, enxame de harpias sedentas de sangue em busca do Vélo que abençoa minha terra.

Em busca de refúgio irei tropeçando em minhas vestes sujas da pureza inocente de Galatéa.
As vozes chamam meu nome batendo o martelo em julgamento, a quem me confessarei se não minha própria sombra.
O que mais incendiarei se não meu próprio eu?
Engolirei o napalm e tudo queimará por dentro, afinal o que pode purificar mais que o fogo?
Cingidos estejam os vossos corpos e acesas as vossas candeias.

"O ecoar das vozes invisíveis tem sido o despertar diurno do velho homem, o suor inflamado escorre pelas paredes de um velho templo cheio de histórias e lembranças esquecidas sem querer."
 

O amargo sorriso tem sido o símbolo maior da falsa esperança de uma nova aurora, mesmo que as vozes chamem mesmo que exista um novo pôr-do-sol nada mais importa, pois já é decretada a morte de um velho homem que habitava ja hà algum tempo na U.T.I.
 

Nada anima um coração abalado pelas falhas, o consolo de saber que realmente se é um fracasso tem sido o acomodar em meio ao Hades.
20mg Fluoxetina mais alguns remédios o desligam por alguns instantes devolvendo-o o pouco orgulho que lhe resta, mas, sentir-ser mal é um doença moderna, afinal, pânico, medo e ansiedade são sintomas da doença crônica dos 6 Nimravidae's cingidos em vermelho sangue.
 

"O ódio que ecoa pelas paredes da alma do velho homem espera com exaustão e ansiedade pelo tratamento de seu Hades".
 

A memória do Velho homem morre a cada dia graças ao abismo criado pela distância, as saudades de caminhar com os teus passos tem sido o ar que enche os pulmões que tanto dão vida as flores e propagam a morte em nome de um mundo sem porquês.
 

Tudo se inicia com velhas histórias, todo início não passa do ato de se espalhar as sementes, em prol de que ou a quem?
 

"O fracasso abraça os sonhos do Velho homem sem pedir passagem, de que vale tanta promiscuidade e falta de amor a si mesmo se tudo que ele mais quer é voltar a nascer de novo sem que entre no ventre de sua mãe, mas como isso seria possível, sem Deuses, sem mestres ou mãos que abalem". O mundo disse a ele: "Daqui pra frente é só você, busque sua própria autonomia".
 

Com o coração pesado, ferido de tantas mágoas e desilusões ele fica a pensar se já é chegada a hora de crescer e ver que a vida não me permitiu viver seus próprios sonhos?
 

Trocar a pureza do roxo da verdade pelo aprendizado vermelho dos 6 Nimravdae's até o presente momento não tem sido muito favorável a tudo que se faz vivo dentro dele.

_______________________________________________
Bob cultiva dreads





Créditos de imagem: Fred Eunadi

Nenhum comentário:

Creative Commons License Este blog é licenciado pelo Creative Commons: permite a cópia, distribuição e execução da obra, desde que lhe sejam atribuídos os devidos créditos. É de uso livre desde que citados o nome do autor e de seu respectivo site, proibido usá-lo para fins comerciais.
O blog Superlativo é uma idealização de Bruno Dias de Andrade
Design por Caio Dias de Andrade